By Carina Bossu and Viviane Vladimirschi

A segunda fase do projeto Diversidade, Equidade e Inclusão (DEI) na América Latina compreendeu a realização de entrevistas online com doze especialistas da América Latina dos seguintes países: Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, Costa Rica, Equador, Peru e Uruguai e foi concluída no final de 2020. Dados preliminares foram apresentados no OE Global 2020. Em março de 2021, também apresentamos os resultados preliminares durante o webinar mensal da GO-GN e convidamos todos os especialistas da América Latina que haviam participado das entrevistas online a participar. Os dados preliminares do projeto DEI América Latina também foram postadas no site oficial da GO-GN e foram traduzidas para o português e espanhol para serem acessíveis a todos. Esta foi uma recomendação importante feita pelos participantes do projeto; que os dados relacionados a este estudo fossem disponibilizados em inglês, português e espanhol. Em 21 de abril de 2021, os resultados finais foram apresentadas no OERxDomains21.

Devido à persistência da pandemia, todas as atividades presenciais previamente planejadas tiveram que ser canceladas durante 2021, o que nos obrigou a propor e realizar uma atividade alternativa para validar os dados preliminares e para coletar dados adicionais. Assim sendo, os participantes foram convidados a participar de um workshop on-line de duas horas com o objetivo de apresentar os dados preliminares da Fase 1. Esse workshop on-line compreendeu perguntas de grupo de foco com o objetivo de validar e coletar dados adicionais que poderiam informar melhor as diretrizes da GO-GN DEI para a América Latina. O grupo de foco teve por objetivo ser um processo de reflexão onde colaborativamente, como uma rede e como comunidade, pensamos cuidadosamente sobre como e o que temos feito até agora para lidar com questões de diversidade, equidade e inclusão, e as estratégias que são necessárias para incluir mais participantes na rede da GO-GN da América Latina.

O workshop online foi realizado em 19 de março de 2021 com quatro participantes da América Latina, que também participaram das entrevistas online. O recrutamento de especialistas para participar do workshop on-line dependia de sua participação anterior nas entrevistas on-line. Ou seja, todos os especialistas que participaram das entrevistas online foram convidados para participar do workshop online de duas horas. Isso se deve ao fato de que foi importante para nós, durante essa fase, validar os resultados preliminares por meio da verificação dos membros e coletar dados adicionais que nos daria mais informações para as diretrizes do GO-GN DEI para a América Latina. No entanto, dos doze participantes do projeto, apenas quatro concordaram em participar do workshop online de duas horas. A principal função dos participantes foi fornecer feedback e dados adicionais para garantir discussões transparentes, imparciais e colaborativas, que fundamentaram as conclusões finais.

Durante o workshop online, apresentamos os dados preliminares do estudo em segmentos e, subsequentemente, fornecemos questões para discussão com base nestes achados, permitindo aos participantes validá-los e expandi-los. Os grupos de foco foram estruturadas em torno das seguintes discussões e questões:

  • Discussão 1 – Definindo DEI: Quais são seus pensamentos sobre esta definição? Está faltando alguma coisa?
  • Discussão 2 – Como podemos reduzir as barreiras e aumentar a diversidade, equidade e inclusão na rede da GO-GN?
  • Discussão 3 – Achados preliminares: O que você acha destes achados? Você acrescentaria algo mais a esses achados que considere importante?
  • Discussão 4 – Recomendações principais: o que você acha dessas recomendações? Você adicionaria alguma recomendação adicional?

As discussões dos grupos de foco foram transcritas e as transcrições foram importadas para o software de análise qualitativa (NVivo). A análise de dados compreendeu o exame das respostas às perguntas específicas no grupo de foco e também a verificação da existência de padrões ou tendências no conjunto de dados. Embora uma limitação deste estudo tenha sido a falta de mais codificadores para validar os dados, essa limitação foi superada pelo compartilhamento dos dados preliminares com os participantes. Na análise de dados qualitativos, isso também é conhecido como verificação de membros. Assim, a validade e a confiabilidade de todos os dados foram garantidas por meio da triangulação de todos os dados coletados, e estratégias foram adotadas para avaliar a validade dos resultados qualitativos usando uma descrição rica dos comentários dos participantes, verificação dos dados por parte dos participantes do estudo e revisão dos dados por pares.

Os resultados do grupo de foco não apenas validaram os dados preliminares das entrevistas online, mas também trouxeram à tona algumas outras questões e recomendações importantes. Em primeiro lugar, DEI na América Latina é impactada não apenas por fatores sociais, econômicos, culturais e educacionais inerentes, mas também pela política. Esse achado implica que é preciso haver mais conscientização desses desafios por parte dos países do norte (ou Norte Global) para que as estratégias implementadas sejam eficazes. Além disso, as iniciativas e ações existentes de Educação Aberta na América Latina precisam se tornar mais visíveis para o Norte Global. Mais visibilidade, portanto, é fundamental para a América Latina. Em segundo lugar, é necessária mais colaboração para construir redes de comunidade de prática e pesquisa entre o Norte Global e o Sul Global. Além disso, mecanismos que fomentem redes regionais de prática e pesquisa precisam estar em vigor. Os países latino-americanos precisam melhorar suas habilidades na construção de redes com o objetivo de criar comunidades de prática e pesquisa mais coesas e eficazes na região e com o Norte Global.

As principais recomendações dos participantes incluíram: 

  • aumentar a conscientização do Norte Global em relação às iniciativas de Educação Aberta da América Latina, a fim de que ela possa ser mais incluída no cenário global; 
  • Apoiar acadêmicos ou alunos de doutorado em início de carreira a produzir artigos de padrão internacional de alta qualidade; 
  • Promover e realizar discussões teóricas sobre Educação Aberta; 
  • Auxiliar na revisão de artigos que serão publicados em inglês; 
  • Recorrer a periódicos acadêmicos que já realizam traduções para o inglês de pesquisas publicadas, sempre que possível; 
  • Fazer com que a GO-GN, através de sua experiência, possa auxiliar os países da América Latina na construção de comunidades mais eficazes, integrando membros de diferentes países que serão capazes de disseminar boas práticas na construção de redes de prática e pesquisa; 
  • Oferta de espaços virtuais (ou seja, fóruns de discussão), além de conferências presenciais que podem não ser acessíveis à todos, como meio de networking e colaboração no site da GO-GN;
  • Fornecer um programa de mentoria / supervisão para novos membros e pessoas que não falam inglês;
  • Capacitação de mentores por meio de webinars ou fornecimento de manuais com instruções claras;
  • Formar uma comunidade de tradutores e revisores voluntários para lidar com a questão da barreira do idioma;
  • E fazer com que a GO-GN esteja mais presente nas conferências latino-americanas. 

Isso permitiria à GO-GN não apenas disseminar seu trabalho na América Latina, mas também recrutar potencial membros para a rede. Os planos de divulgação posterior do projeto são a apresentação de um relatório final deste estudo, que será concluído em julho de 2021.

Picture credit: Imagem por Gerd Altmann do Pixabay – Pixabay License